Viagens pelo Mundo, Zurique

Segunda de manhã, esperei em vão que o telefone tocasse para eu me preparar e seguir viajem, Zurique espera por mim, mas antes disso e preciso chegar e para tal estar no aeroporto há hora, por sinal bem cedo mas há sempre um mas eu quando cheguei já o voo estava encerrado, nada havia a fazer, fiquei impressionado com a minha calma dirigisse a um balcão e ai uma senhora bem amável me resolveu o assunto sem ter que pagar mais nada a não ser ter que embarcar noutro avião umas horas mais tarde.

Segui para Zurique, onde esperava neve…. Que surpresa estava um tempo primaveril o que não é normal mas para mim foi óptimo

A cidade esta como sempre muito linda e o campo parece que não atravessou o inverno porque esta verdinho, aproveito para resolver alguns assuntos e matar saudades de tempos muito bons que aqui passei.

Passar por onde eu passava todo o dia, nevasse ou fizesse sol com a minha inseparável pedaleira sempre me ajudava a manter a forma e contribuía para o meio ambiente.

Este pais com suas gentes trabalhadoras e ordeiras que põem o trabalho acima de tudo, alguns dizem que a religião dos suíços é o trabalho, e eles levam-no muito o sério. Aqui tudo funciona como seus relógios de grande precisão, por vezes sinto um pouco de inveja de ver que no meu querido pais não é a mesma coisa. Que pena com certeza que estaria noutras condições financeiras.

Tive também tempo para visitar alguns amigos porque isto de amigos tem o que se lhe diga, tal como dizia um filosofo grego, quem tem muitos amigos não tem amigo nenhum, amigo é coisa séria.

Depois fui para o aeroporto pegar o maior avião de passageiros do mundo o Airbus A380 da companhia de Singapura e depois de 12.50 minutos estávamos em Singapura e ai segue amanha….

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

nineteen + 3 =