Macau a cidade do rio das pérolas

Fica situada na baía do rio das pérolas, onde os portugueses

chegaram por volta do século XVI, tendo o imperador chinês, oferecido este território em recompensa pela ajuda que deram na luta contra os piratas que infestavam todo o sul da China, e prejudicavam o comercio nestas paragens.

Quando eu era muito jovem, havia nesta aldeia uns padres que estavam em Timor era uma colónia portuguesa, e sempre ouvi falar desta terra embora já a tivesse estudado em geografia, era comum ouvir falar dela, mas nunca imaginei que um dia pudesse visita-la, tantas vezes, com esta já são quatro, e quem sabe se um dia voltarei.

A primeira vez que cheguei a esta cidade, estávamos no ano de 1989, e para desgraça minha realizava-se aqui um grande premio automobilística fórmula dois ainda o Sena estava nesta categoria, o que foi muito mau, alem de todo ser mais caro, e gente de mais quase não dava para visitar o que eu tanto desejava ver os monumentos históricos.

Depois de pensar resolvi regressar a Hong Kong, onde peguei um avião que me levou ao sul da Tailândia, onde passei mais uns dias antes de regressar a Banguekok.

Uma coisa é certa a cidade me fascinou ao ponto de voltar pouco tempo depois, com mais tempo e chegando ao aeroporto antigo, aluguei um táxi que me levou a estacão onde peguei o ferry que me levou a Macau, e vindo eu de um Pais muito desenvolvido fiquei espantado, ao ouvir os telemóveis, que hoje comuns em todo o mundo mas nessa altura só aqui os tinha visto, porque na Europa não havia, só os taxistas os tinham, aqui todos tinham e já eram pequeninos, fiquei muito espantado.

Alguns anos depois voltei mas já prevenido e disposto a visitar tudo o que havia para ver e gostei muito, num passeio junto ao mar me sentei num banco onde se encontrava um senhor que logo me pareceu português e quando eu lhe falei ele me falou num sotake de Viseu, e eu lhe disse o senhor é de Viseu? Ele ficou admirado e respondeu, o senhor não me diga que eu já estou aqui há 54 anos e ainda tenho sotake da minha terra? Eu ri porque na verdade ninguém diria, que uma pessoa que já estava nesta terra há tantos anos, e ainda falava com o acento da sua terra, conversamos muito sempre deu para matar saudades, e nessa altura já se falava que dentro de pouco, tudo passaria para a china, mas penso que este amigo deve ter ficado nesta terra.

Contou-me, que era funcionário publico, e tinha vindo de Portugal em 1948 ano em que eu nasci, tendo sua viajem sido uma aventura, embarcou em Marcelha, falou que foi difícil para chegar ao sul de Franca, passou por Malaka , Saigâo, Hong Kong e depois Macau de onde nunca mais saiu.

Eu lá segui minha sina de um dia voltar… e aqui estou mais uma vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

eight + 19 =