O Sul da Tailândia e os portugueses.

Depois da descoberta do caminho marítimo para a India por Vasco da Gama, logo os portugueses compreenderam que as especiarias que compravam na India, eram caras e renderiam muito mais se fossem compradas na origem, dai a conquista de Malaca por Afonso de Albuquerque, no ano de 1512.

Com certeza que os portugueses tenham andado por estas paragens antes da conquista de Malaca, como a prova uma gruta nas ilhas de Phi Phi, que agora se encontra vedada ao publico, devido as pinturas que existem nas suas paredes, assim como os ninhos de andorinha, mas eu tive o privilegio de as visitar em 1989, num grupo de turistas e nunca me tinha sentido tão orgulhoso, ao ouvir o guia dizer, este e um junco chinês de 1000 anos, este e também chines de 800 anos e esta uma caravela portuguesa de 500 anos, eu fazendo que não compreendi, perguntei ao guia que repetisse de onde era a ultima e ele la disse, caravela portuguesa, todos os que participavam na visita compreenderam e eu la fui dizendo, que eles ainda estavam naquela altura as voltas com as guerras europeias e nos já andávamos por estas paragens.

Não duvido, que os portugueses que viram estas gravuras na rocha, se contaram pelos dedos das mãos, hoje há muitos turistas por aqui, mas em 1989 não era fácil encontrar por estas paragens quem viesse de Portugal e se por aqui andavam tinham outras preocupações.

Mais uma vez tentei visitar a gruta, não por dentro porque isso é proibido mas o mais perto possível e assim fiz a foto que vai no título do artigo, os portugueses dessa altura devem ter gostado destas paragens embora suas preocupações fossem outras.

Como apareceram essas gravuras? Muito simples os pescadores que viviam nas ilhas Phi Phi, tinham por hábito herdado de seus antepassados, de gravarem tudo o que viam pela primeira, assim aconteceu com os juncos chinês, a caravela portuguesa e o helicóptero americano que foi o último que foi gravado e que ali permanecera para sempre. Na visita a estas ilhas que alem de serem muito lindas, e suas praias de águas turquesas, e um povo muito acolhedor que aprendeu muito com o contacto com todos os povos incluindo os portuguetes assim chamados aqui os lusitanos.

O antigo reino de Sião, foi o primeiro no oriente a receber uma embaixada do rei no de Portugal, e isso aconteceu logo depois de 1512 Afonso de Albuquerque ter conquistado Malaca ao sultão do mesmo nome, dando origem a feitoria que durante muitos anos, foi ponto de encontro de comerciantes de todo o lado, sendo considerada uma das mais procuradas, e onde o português era a língua franca em que todas as negociações se realizavam.

Hoje tudo é bem diferente, as terras que outrora só viam chineses, portugueses, espanhóis e muitos piratas, hoje estão cheias de turistas de todo o mundo, até portugueses e muitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

eighteen + 7 =