Bom dia Bangkok…

 

Hoje de manha quando ia de metro, nem sabia que dia era, pois aqui o tempo não conta e depois de fazer a viajem de metro até ao outro lado do rio Chao Prya a mãe deste Pais, porque nasce na China, e percorre todo norte atravessando, lindas matas de Tílias e os grandes arrozais, serpenteando com suas águas grande parte do pais, responsável pelo transporte de muitas mercadorias, que nunca param é ver comboios marítimos de 4 ou 5 barcaças prezas umas os outros circulando nos dois sentidos.

Este foi o rio que os primeiros portugueses viram e admiraram, quer na altura do estio ou na época das chuvas em que inundavam grande parte do pais.

Aqui em Banguekok è muito movimentado e o barulho dos barcos , quer de mercadorias ou de passageiros que os há de todos os feitios cada qual mais barulhento, mas práticos e muito baratos, e permitem a gente se deslocar por todo o lado.

O local onde existe Banguekok, era um pantanal, e como no princípio não era possível fazer estradas, foram abertos canais a braço de homens e depois de se

secarem se construíram as avenidas, existindo ainda muitos que servem de transporte ,de pessoas como se fossem autocarros de transporte.

Depois de chegar a margem esquerda do rio, peguei um táxi, novo e me parecia legal e falei para onde queria ir mas depois de algum tempo vi que não sabia nada . Haja paciência, pedindo a Deus ainda mais, pois já estou farto de pegar pessoas que nada sabem mas compram um táxi e vão fazer serviço, inglês nada, chinês eu também não sei, são um desastre, mandei parar, paguei e fui embora eu sabia mais ou menos onde era, e para encontrar alguém que me pudesse informar? Era um bairro chinês e esses não falam mais nada que a sua língua, ao fim de algum tempo encontrei dois jovens que felizmente falavam muito bem, mas eu precavido lhe pedi para escrever em Tailandês, porque se não em inglês ninguém compreendia e ficava tudo na mesma, mas deu certo e eu fui ver o que procurava, o Bairro de Santa Cruz, mas não encontrei nenhum portuguet, apenas a Igreja que esta muito linda e foi construída com os tijolos das igrejas que foram destruídas em bang portuguet de Ayuthaya, é como que a Sé da Tailandia, existindo igrejas em todas as províncias.

Foi neste local que os portugueses se fixaram depois de Ayuthaya ser destruída, embora houvesse outros bairros onde existiam muitos portugueses mas isso fica para ao especialista.

Bem aqui ainda não falei a noite é rainha, tudo trabalha 24 horas os restaurantes, bares e mesmo de manha quando saio para fazer as excursões já na rua se almoça, sinto o cheiro dos alimentos que devem ser uma delicia, e só não os como porque na rua tem muita poluição mesmo assim se vêem muitos europeus comendo sentados nas banquinhas, e pela módica quantia de 1 euro e meio podem almoçar, para mim não sou capaz mesmo que tenha um cheirinho de abrir o apetite.

Bom por hoje chega, amanha, visitarei a um mercado flutuante em que os vendedores e compradores andam de barco aqui estará para vocês …. Bay….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

17 − eleven =