Macau como cresceu tanto,Jorge Alvares, primeiro português a chegar a China por mar.

O dia estava muito triste, nem luminosidade tinha, e caiu alguma chuva, e nem pode fazer o que tanto desejava, visitar alguns pontos de interesse que já conhecia e outros novos mas hoje foi um dia perdido, espero que amanhã seja melhor, porque só estarei aqui pela manha seguirei depois para Hong Kong, onde fico até Domingo que embarco para Singapura.

De manhã bem cedo foi visitar as ruínas da Igreja da Madre de Deus, um ícone da cidade, tendo passado pelo Leal Senado e Largo de S. Domingos, onde entrei na Igreja e gostei muito, depois com a companhia da chuva cheguei, e pode admirar mais uma vez o que hoje chama Ruínas de São Paulo.

Foi construída em honra da madre de Deus em 1602 e terminaram em 1640e destruída pelo fogo em 1835 tendo ficado só a frente que ainda hoje pode ser admirada, pelo tamanho e beleza da sua construção, sendo sem dúvida o ponto mais visitado em Macau.

Perto da Igreja, encontra-se hoje um museu de Macau, num lugar que era ocupado pou um forte que foi palácio dos Governadores e que se encontrava em ruínas de onde surgiu um belo museu, algo a não perder numa visita a Macau. Muito bem feito e bem interpretado adorei, eu que gosto tanto de arqueologia, pode ver os vestígios que foram encontrados na ilha de Coloane, que datam do paleolítico, assim como as fases de ocupação que o forte passou durante a sua existência, e muito mais.

Depois fui almoçar, e comi um arroz de pato muito bom, feito por macaenses, onde havia azeitonas e chouriço que deviam ser portugueses, depois pode até entrar na Net que era do Turismo onde facultaram uns 30 minutos e pode ver as noticias lá da santa terrinha. Aqui ainda existem muitas coisas que eram dos correios que só mudaram de nome são os mesmos, aqui português è coisa difícil, ainda apareceu uma senhora que falava um português bem rudimentar, mas isso eu já sabia, mesmo quando era ainda português, aqui nunca se falou a nossa língua, muita pena para nós e para eles, que falam só mandarim.

Fui visitar o centra da cidade e nunca tinha visto um espectáculo assim, como é lindo o Casino Lisboa, fiquei muito contente e feliz só isso valeu a visita, entrei é muito democrático, tanto se pode jogar com 10 euros ou com milhares, quando aqui estive da ultima vez ainda Ias Vegas, ia solitariamente na frente, agora foi renegada para segundo lugar, aqui é a capital mundial do jogo, nada mais se pode dizer.

Amanha vou ainda pela manha fazer uma visita espero gostar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

8 − four =