Já cheira a Gorazes

O dia esta meio nublado e parece que vai cair chuva, pela aldeia só se fala dos gorazes, os ciganos já estão por ai com sua alegria e com seus trajes típicos o senhor José Joga já anda por ai a desafia-los para um jogo a que chamam de chincalhão e também à vermelhinha onde era um artista.

 

A taberna  animou se e com esta gente até a aldeia tem mais vida, pelo menos barulho e todos nos sonhamos com o grande dia que esta chegando Os Gorazes meu amigo….

Passam ciganos de todo o lado com seus trajes coloridos que apenas são vistos por estas paragens uma vez por ano na Feira dos Gorazes. Raro è o ano em que depois de beberem uns bons copos de vinho não arrumam briga alguns nem seguem viagem pois o dinheiro termina e com ele os sonhos da feira, adiados para o próximo ano.

Naquele tempo a vida era muito difícil enquanto o lavrador andava na azáfama de semear os campos apareciam estes forasteiros que aos seus olhos só traziam ruído e brigas, mas era vida sempre foi assim e se pensava que assim fosse só que o progresso os levou para outros lados. Hoje a feira já não é o que era os ciganos continuam por lá mas como vendedores que se deslocam em carros que os levam rápido de umas feiras para outras há como o tempo mudou?

Que saudades? Eu tenho dos tempos em que via os ciganos a venderem um burro velho que nas mãos do lavrador nem se mexia e nas do cigano parecia que tinha rejuvenescido eles eram astutos em tudo sempre que vendiam seja que besta fosse teriam que receber sempre algo

dinheiro ou géneros alimentícios, sem trocas não havia venda.

E aqueles toques que davam no burro, eram magistrais se o lavrador não tivesse os olhos bem abertos era certo que o enganavam, mas poucos conseguiam levar de vencida a astúcia do cigano.

Mas os Gorazes eram muito mais que isso, para os jovens como eu eram um mundo de fantasia que cada ano trazia coisas novas que só havia oportunidade de ver nesses dias que eram os desejados do ano “Os Gorazes” chegaram vamos…

Ainda falta uns dias mas eles já estão chegando os forasteiros….bem entendido.

Nota. Esta é uma das varias crónicas que escreverei sobre os Gorazes espero gostem tenho muitas curiosidades para todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 + eleven =