A Historia de um latrocínio em Remondes.

Em tempos que já lá vão, diziam os mais velhos, existiu uma cruz num lugar, chamado do Olival do Rapaz, que teria sido erigida em memoria de um jovem, que teria sido morto por ladroes, para lhe roubar dinheiro, e depois abandonado e que os lobos teriam comido parte de seu corpo.

Ainda me lembra de ouvir contar isto, e naquele tempo os lobos eram vistos como coisas horríveis, e eram sempre os culpados.

Segundo a lenda, devia ser um jovem judeu, que se deslocava pela noite, com dinheiro, e foi surpreendido pelos ladroes, que nessa altura eram muitos por estas terras. Foi sem dúvida o que hoje se chama latrocínio roubo seguido de morte.

Nesses tempos, era frequente encontrarem-se pessoas, viajando pelo caminho da ponte, a toda a hora, embora de noite fossem menos frequentes, devido ao perigo que espreitava por todo o lado.

Hoje resta o nome do olival do rapaz, sabia? Mas nem duvido, que algo se passou de mau nesse sitio, mas chegou ate nos a lenda, e essa que aqui conto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

two × 4 =