Crenças da nossa terra

O Vedor, usa como instrumento uma varinha bifurcada, ele caminha segurando ela com suas mãos, até esta apontar a uma veia de água.

Supostamente o vedor tem um poder psíquico ou é um médium de uma energia paranormal que activa quando passa pela veia de água.

Nem todas as pessoas tem esse dom, eu modéstia a parte não tenho nenhum e fiquei encantado de ver o varinha se curvando nas mãos do Castelo Branco e nas minhas nem nada ficava estática…

Hoje fui com o António Evandro conhecido por Castelo Branco verificar se no S. Bartolomeu existia água onde desejo fazer um poço, e vi o que nunca tinha visto ele passando com a varinha de olmo e ela  curvando-se, sendo difícil de segurar pelo que vi é água certa……. Assim o ditou a crença popular espero não se engane, quarta-feira terei a resposta, espero seja positiva.

Este conhecimento é usado há mais de mil anos mas aqui não é assim tão velho, ainda me lembra de aparecerem os primeiros curiosos que usavam esses instrumentos a quem chamavam loucos…

Sempre foi usado este instrumento em forma de Y para localizar a água subterrânea, e também o petróleo no Medio Oriente.

Houve cientistas que tentaram compreender as bases físicas e factores ligam o movimento da varinha na mão do Vedor e as estruturas subterrâneas.

Ainda ninguém explicou os mecanismos com sucesso mas que por vezes resulta lã isso é verdade.

Boa semana COM MUITA AGUA…

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 + seven =