Passeio Cultural, o povoamento romano da ponte velha

Os arqueólogos que estão a fazer o levantamento dos vestígios existentes nas margens do Rio Sabor que vão ficar inundadas, puseram a vista , no sitio da Ponte Velha, ruínas de um povoado romano que ali existiu , podem ser vistos restos de casas e muita cerâmica, que devem datar de tempos remotos, que esses povos deixaram por aqui.

Quem seriam? O que fariam, e do que viviam.

 

Eram povos que tinham a cultura romana, e conhecedores de outras técnicas, tanto na agricultura como no comercio, que os povos indígenas não conheciam, mas que abraçaram de boa ou ma vontade a cultura invasora. Foram trazidas pelos romanos outras culturas tal como o castanheiro que oferecia uma abundante alimentação, por isso devem datar dessa data a introdução na península ibérica do Castanheiro e de outras árvores frutíferas assim como o cultivo da videirae muito mais.

Seriam estes povos aventureiros a procura de ouro? É bem possível, sabendo-se que segundo Plinio o grande historiador romano do tempo das invasões na península ibéria, dizia, que este rio era rico em ouro, sendo explorado nas suas margens desde tempos remotos.

Eram sem dúvida pequenos povoados, que se regiam entre si, que deviam viver, da pesca, da caça e da agricultura, assim como do ouro que desde sempre foi conhecido por estas paragens.

Fui ver o que arqueólogos fizeram, uma pequena pesquisa, onde foram encontrados restos de paredes, em perfeito estado e muita cerâmica, numa das paredes aparece uma telha junto da parede, e pensem bem, ela estará ali há mais de dois mil anos, por isso seria justo que ninguém destruísse esse achado.

Sempre se soube, que algo de antigo havia nesse local, mas nunca ninguém o tinha escrito e muito menos fazer algo, para se saber o que verdadeiramente a terra tinha escondida nas suas entranhas nessa, por isso se deve dar o valor aos homens que fazem o levantamento do baixo sabor.

Pelos locais já conhecidos, quase todos se situam na margem esquerda do rio, tendo sido já escavados o da barca em Brunhoso, e outro esta sendo preparado para ser escavado no pulgar em Paradela.

Pode haver ainda outro local com vestigios no nosso termo, mas isso fica para depois, assim como desejo muito que alguém com responsabilidades nesse sector, o romano venha ver o que hà aqui em Remondes, en dois locais, onde há muitos vestígios de cerâmica , sendo ambos bem delimitados.

A passeio esta no fim mas eu fui ainda visitar um local a que chamam de caseta onde falavam existir restos de coisas antigas mas não encontrei nada, regressei cansado mas feliz espero que outros passeios se sucedam obrigado e boa semana.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

four × 5 =