Padre Júlio Augusto Afonso

Foi o padre recordista desta freguesia,Remondes e Soutelo.

Nasceu no lugar de Vale da Mula que pertence a freguesia de Caçarelhos Vimioso em 1865, filho legítimo de Félix André Afonso e Tereza de Jesus.

Foi ordenado subdiácono em 1890, pelo Bispo D. José Alves de Mariz.

Esteve alguns anos em Babe Bragança, onde teve um filho de nome Davide Pires, desconheço o que foi e quem era. Veio para esta freguesia em 1888, ainda na monarquia, onde exerceu sem interrupção, voluntária excepto a que foi forçado aquando da implantação da Republica de 1910.

A igreja sofreu muito com os republicanos, e os padres eram os mais perseguidos sendo que aqui nesta terra foi retirada ao cura a casa paroquial, e todos os bens da Igreja, tendo que viver nos primeiros tempos e mais conturbados numa corte que ainda existe na Paixão que era pertenço dos Xordos ou Bernardos, e depois pertença de Justino do Nascimento Monteiro, depois habitou uma pequena casa que mais tarde pertenceu ao senhor José Maria Afonso, o Alfaiate, que ficava bem perto de uma grande olmo, junto a casa dos racheis que tinha uma parreira e que pertencia aos Paradas.

Exerceu sempre com a mesma vontade e amor, mesmo sendo humilhado nunca respondeu e aceitou tudo em nome deste povo que tanto lhe queria, e da sua fé em cristo.

Depois da implantação da Republica passaram-se aqui episódios presenciados pelo padre Afonso, um dia vieram os militares de Mogadouro para levar o que havia na Igreja mas duas mulheres de pelo na benta a Carpanta e outra que não me lembro o nome, mas de igual estirpe com espalhadouras de ferro fizeram frente aos militares que não tiveram mais que voltar para Mogadouro sem levarem nada, e cheios de medo porque elas eram destemidas, e metiam medo.

Foi também testemunha do grande crime passional que fez com que Remondes fosse falado em todo o concelho, ele soube enfrentar tudo, foi o cura que fez o funeral do homem que foi envenenado pela própria mulher, depois de com ele casar por amor. Nossa senhora bem dizia o Padre Afonso são todos uns loucos….

Aqui dizem que o grande padre teve mais alguns filhos embora alguns que lhe eram atribuídos não eram dele mas o mundo é assim.

Assistiu a duas guerras mundiais, viu partir os primeiros para a França e Africa, viu chegar todos eles, porque nenhum pagou com sua vida, a guerra dos outros.

Assistiu a neutralidade da segunda Guerra Mundial e viu como todos passavam privacidades, ele sempre o mesmo, viu o estado novo e ele sempre o mesmo na sua casa da residência ia assistindo, sem nada saber ou querer saber.

A pobreza também o afligia, e ele sempre pronto a ajudar no que podia mais pela influência que tinha sobre quem governava por estas paragens

Foi um cura muito bom, embora tivesse os seus defeitos, diziam que era mulherengo, mas todos gostavam dele morreu em 1958 e o povo de Remondes e Soutelo lhe fez um funeral como o de um bispo, nunca visto nesta terra.

Era cura de Remondes e Soutelo sempre se deslocava com o seu cavalo, ainda me lembro muito bem dele, eu já tinha 10 anos, nunca tinha vista tanta gente como no dia do seu funerAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 × 1 =