Os romanos e seus vestígios na nossa terra

Existem por aqui muitas antiqua lhas, que podem levar-nos a dizer que são romanas, mas há que ter em conta que muitas vezes se pensa ser romanas e talvez sejam visigodas.

Com a construção da barragem, tem aparecido vários vestígios, de povos que se pensa serem romanos, e pela sua distribuição junto ao rio, leva a crer que tenham ocupado estas terras seguindo o curso do rio, em Brunhoso, no lugar chamado de Barca, foram feitas escavações, onde foram encontrados restos de cerâmica e paredes ainda bem conservadas, tenho a certeza que outros locais serão encontrados e um em Remondes já sinalizado, mas não ainda escavado.

Existem em Remondes, alem do castro que deve ser pré-romano, assim como sítios que devem ter muito para contar, tais como toural, caseta, assumadouro, e outro local onde apareceram sempre, muitos restos de telhas, e que espero sejam de origem românica, que fica na encosta da Regada da Soalheira não longe da actual aldeia de Remondes.

O que são vestígios romanos? Restos de cerâmica, moedas, e outras antiqua lhas, que aparecem nas escavações dos sítios, assim como nomes e outras coisas.

O aparecimento de cerâmica, e moedas romanas, num lugar, nem sempre quer dizer que ali tinham estado os romanos, pois sabe-se que os visigodos que lhe sucederam não cunhavam moeda, e utilizavam as moedas romanas nas suas trocas comerciais.

Agora dizer que tal estação é romana, e não visigótica, não é assim tão simples, porque elas se confundem, para se afirmar com certeza que uma estação é romana, e não visigótica, é preciso lançar mão de vários critérios, não só o da moeda e da tegular.

Os romanos tinham, altares em suas casas, onde prestavam o culto aos deuses domésticos, protectores da família, e do seu abastecimento, era esse o Deus Lares e Penates (um exemplo era sem duvida o porco, de que existem varias estatuas por estas terras).

Prestavam também, culto ao espírito dos antepassados, que eram os Manes (almas de mortos), era sempre o chefe de família que dirigia o culto doméstico, o culto público nas cidades era dirigido pelo Sacerdote, os romanos cultivavam aos deuses públicos, a medida que o império ia crescendo, os romanos foram integrando os deuses pertencentes a outras culturas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

four × 1 =