Histórias da nossa terra.

Em tempos que já lá vão,

a vida era muito difícil, e por terras de Miranda, a gente era abundante, e o trabalho era pouco, por isso ouve muitas famílias que vieram parar a nossa terra a procura de trabalho, onde se fixaram e ai criaram raízes.

Foi no século XVIII, que a família Esteves, veio para esta terra, naturais da Granja de S. Pedro da Silva, Francisco Esteves e Ana Pires, vieram e aqui tiveram os primeiros filhos, tendo casado José Esteves, o primeiro desta família nascido nesta terra, no dia 12.07.1846, com Genoveva da Conceição Caçarelhos, tendo sido padrinhos, José da Encarnação e Manuel Pacheco.

O casal Esteves teve vários filhos, de entre eles um, havia de ficar ligado a um crime passional que ocorreu nesta humilde e santa terrinha, através do seu envenenamento ocorrido no princípio do século XX.

Com certeza que há varias versões consoante quem as conta, eu tenho a minha, e acredito que não seja muito longe da realidade, que foi tirada depois de ouvir as pessoas antigas que ainda se lembravam bem de tudo, e depois de ouvir varias eu escolhi esta.

Tudo começou com uma história de amor entre a patroa e o criado, o Manuel Esteves que eu penso não seja crime, apaixonou-se pela patroao que era muito mal vista nesses tempos, ela casou com ele e depois do grande amor, que a levou a ir contra tudo e contra todos, quebrando tradições, dizem que ela se envolveu com um sobrinho do marido e dai para a frente é algo de romanesco que será contado aqui sem intenção de magoar seja quem for, é mais uma história da nossa terra, e que dela faz parte, espero gostem., seguem-se vários episódios ..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

three − 1 =