Famílias de Remondes os Faias.

É sem dúvida uma das famílias mais antigas de Remondes, tendo encontrado pessoas com esse nome pelos anos de 1750, embora tenho a certeza que conseguirei ir muito alem é só uma questão de tempo, e desde essa data sempre estiveram por aqui, embora sejam muito mais antigos mas isso falta provar. Encontrei os faias, em muitos documentos comprovativos da sua participação no destino da aldeia seguem alguns. Aquando do desistimento de um arrendamento polémico entre o cura de Remondes e sua sobrinha Rita Maria, e Padre Manuel Gonçalves Nicolau seu tio, a 15-01.1824, aparecem Pedro Martins Faia e Victorino José Faia. Falta aqui muitos ramos desta família que casaram fora da aldeia

Pedro Martins Faia, aparece na escritura de um acto, realizado em Remondes aos 23-12-1795, como sendo Juiz do Povo. Maria José Faia, filha legítima de Pedro Martins Faia e sua mulher Leonor Maria, casaram em Remondes com Manuel António, filho legítimo de José António e Maria Rosa. João Manuel Faia, filho legítimo de Pedro Martins Faia, casou em Remondes aos 11-06-1834, com Maria Rodrigues, filha legítima de Manuel Ignácio e Teresa Rodrigues ambos naturais da Quinta de Santo Antão.

José dos Santos Faia casou em Brunhoso

Francisco dos Santos Faia, foi várias vezes mordomo quer de Santa Sinforosa como da Quinta de Santo Antão, e em 1806 era mordomo das almas, casou em Alfandega da Fé, com Ana Maria de Sousa, antes de 1780, tendo morrido de constipação em Remondes 08-05-1817.Maria Teresa Faia filhe legítima de Francisco dos Santos Faia e Ana Maria de Sousa casou em Remondes aos 20-11-1823 com Francisco Martins Marcos, viúvo que ficou de Maria Manuela de Vidoedo. Maria Vitorina Faia, filha legitima de Francisco dos Santos Faia e Ana Maria de Sousa, com Gaspar António, filho legítimo de, Francisco Vinhas e Maria Félix da Quinta dos Porrais.

Jerónima da Conceição Faia, filha legítima de Francisco dos Santos Faia e Ana Maria de Sousa, casou em Remondes aos 30-01-1823, com Francisco Manuel Mendes, natural do Azinhoso filho legítimo de João Mendes e Ana Maria Mendes.

João Baptista Faia, casou em Vilarinho dos Galegos antes de 1790, com Maria Domingues

Vitorino José Faia filho legítimo de João Baptista Faia e Maria Domingues, casou em Remondes com Maria de Jesus Fernandes, filha legítima de Custódio Fernandes, natural de Penas Roias e Ursula Maria esta natural de Lagoa. Aos 10-01-1820 era mordomo das almas. Elineo Carlos António Faia, filho legítimo de Victorino José Faia e Maria de Jesus Fernandes, casou em Remondes aos 12-04-1849 com Antónia Marcelina Fernandes, filha legítima de Gaspar dos Santos Fernandes e Sinforosa Maria Fernandes, esta neta paterna de Custodio Fernandes e Ursula Maria e materna de António Fernandes e Maria do Carmo ambos de Macedo do Peso. José dos Santos Faia, filho legítimo de Victorino José Faia, e Maria de Jesus Fernandes, casaram em Remondes aos 16-09-1849, com Maria José Pires, filha legítima de Manuel Pires e Joana Maria Manoca. Perpétua Carolina Faia, filha legítima de Victorino José Faia, e Maria José Manoca, casaram em Remondes aos 13-03-1868, com António Joaquim Esteves filho legítimo de José Esteves e Jerónima da Conceição. Francisco Manuel da Purificação Faia nasceu em Remondes aos 12-02-1860 e casou com Júlia do Nascimento Manoca ou Clara, tiveram os seguintes filhos.

Alípio Alfredo Faia, nasceu por volta de 1884, casou em Remondes aos 20-11-1914, com Maria do Carmo Monteiro, filha legítima de Luís Augusto Monteiro, natural de Paradela e de Carlota Joaquina Magalhães natural de Castro Vicente. Tiveram os seguintes filhos, Francisco Manuel Faia, que nasceu em Remondes aos 20-08-1816, e casou em Remondes aos 08-05-1943 com Ana Rosa Fernandes filha legítima de Germano do Nascimento Fernandes e sua mulher Maria das Neves. António Manuel Faia, nasceu em Remondes aos 09-02-1919 e casou nesta aldeia dia 26-11-49 com Angélica da Ressurreição Pardal. Adosinda das Dores Faia, nasceu em 1925, e casou em Remondes com Manuel Macário Rego, filho legítimo de António Joaquim Rego, natural de Castro Vicente e de Virgínia da Assumpção Gonçalves. Altamiro nasceu no Azinhoso em 01-08-1926, e casou em Remondes com Arminda Silva, aos 25-02-1953

José Luís Faia Casou em Brunhoso não deixou descendência.

Augusto da Conceição Faia, filho legítimo de Francisco Manuel da Purificação Faia e Júlia do Nascimento Manoco ou Claro, nasceu em Remondes em 1892, e casou na mesma terra com Rosalina da Cruz Gonçalves filha legítima de Macário Maria Gonçalves natural de São Martinho e sua mulher Augusta Joaquina de Remondes, não tiveram descendência. António Maria Faia, filho legítimo de Francisco Manuel da purificação Faia e Júlia do Nascimento Claro, nasceu em 1898, e casou em Remondes 19-01-1921, com Perpétua do Nascimento Silva, filha legítima de Francisco Joaquim da Silva e Ermelinda da Assumpção Esteves.

Muito mais existe sobre esta família, mas dando lugar a todos espero gostem, tenho um amigo que passou muito tempo falando um pouco menos bem dos manoco mas ele era mais que manoco que eles. Este nome é muito antigo nesta terra, ainda hoje existem muitos descendentes.

A.B.Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

five × 2 =