Curiosidades da história da quinta de Santo Antão.

Embora a sua fundação seja desconhecida, deve remontar aos tempos da repovoação do reino depois das invasões árabes.

Situando-se num outeiro que fica bem próximo da actual quinta, onde encontrei restos de construções assim como os restos da antiga capela, que foi mudada para a actual quinta em 1786.

Os primeiros habitantes devem ter vindo do antigo povoado que se encontrava num local chamado de S. Filipe, onde existiu uma capela em sua honra da qual encontrei restos da pedra onde a porta assentava, sendo este local muito antigo de origem romana onde encontrei também um peso de cerâmica e muitas outras antiqualhas, que podem ser vistas no local sem qualquer dificuldade.

Numa pesquiza que fiz , encontrei num baptizado realizado em Penas Roias, no dia 26 de Março de 1774, no qual aparece como avó paterna de Maria José das Dores que nasceu na vila de Penas Roias aos 16-03.1774, filha legítima de José Gonçalves natural de Soutelo e Ana Maria natural de Penas Roias, neta paterna de Francisco Gonçalves de Soutelo e Luzia Guedes natural da Quinta de Santo Antão, tendo eu conhecimento desta família já algum tempo tendo chegado a Remondes vinda de Lagoa Macedo de Cavaleiros.

Não tenho a certidão de nascimento mas deve ter nascido 1730, filha legítima de Manuel Guedes e Bernarda Luís neta paterna de Ramon Guedes natural de Lagoa e Isabel Gomes natural de Remondes, Quinta de Santo Antão, que nesta altura ainda estava em parte, no outeiro que fica para quem vai de Remondes para a Quinta onde existem abundantes vestígios de construções, e neta materna de António Gonçalves natural de Remondes e Ana Rodrigues natural de Soutelo.

Espero, tenham compreendido, tem muita história essa quinta, onde este ano mais uma vez realizaremos uma missa e um convívio dia 8 de Junho.

           A.B.Cordeiro

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

3 × one =