Adeus Banguekok

 

Hoje é Domingo, o transito corre com fluidez, eu estou dando os últimos passos da minha estadia aqui, e amanha estarei em Singapura, de tantas vezes, que já tinha estado aqui esta foi das melhores, e espero que se repita mais vezes o que é preciso, é ter saúde, o resto vem por acréscimo Deus não dorme…

Aqui estamos em pleno novo ano chinês, que vai de 20 de Janeiro a 13 de Fevereiro, e pelo que tenho visto este ano deve ser o ano do coelho.

Hoje já li as notícias da nossa terra, e pelo que vi faz muito frio e aqui tanto calor, quando chegar vai ser difícil, mas é a vida se supera tudo.

Hoje é dia de eleição para o presidente da república que até deu honras de foto presidencial num dos jornais de expressão inglesa aqui de Banguekok.

Já fiz as compras e tenho que arrumar tudo, para que não haja surpresas, de andar a comprar e depois não poder levar tudo por causa do peso e isso é muito chato.

Ontem se realizou como todos os sábados um grande mercado numa zona, patpong, dizem que vem muita gente de fora fazer choping , de Singapura, Hong Kong e muito mais. Tudo se negoceia nesse mercado e cada um pode encontrar o que precisa e deseja, um tipo de feira da ladra, mas mais moderno.

Aqui na terra do sorriso, é fácil comunicar com as pessoas, mas tem que saber alguma coisa de inglês, porque eles pouco falam e muito mal, mas tem algo de bom, fazem tudo para se fazer compreender, tal como se passou quando nossos patrícios chegaram aqui, ficaram encantados e escreveram lá para santa terrinha que aqui a mulher era fácil, dai a expressão mulher fácil. Que perdura ainda hoje, mas uma coisa é certa aqui o povo é muito bom e não há preocupação com os roubos ou muito pouco e isso é muito bom.

Que espera para vir comprovar tudo o que lhe digo? Tenho a certeza que não se vai arrepender, aqui tem tudo o que você deseja e muito mais.

Foi um prazer, espero tenham gostado, minha intenção, foi poder dar-lhe um pouquinho do que este pais tem para quem o visita, e um pouco da sua historia que esta ligada a Portugal desde 1511, não sou historiador sou apenas um curioso, por isso peco desculpa se escrevi algo que não esta de acordo com o seu ponto de vista mas o fiz com muito prazer.

Muito obrigado de Banguekok , ao seu dispor A.B.Cordeiro

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

11 + sixteen =