A Confraria de Santa Sinforosa de Remondes

 

 

 

 

Foi esta confraria de Santa Sinforosa, constituída em meados do século XVII, depois de 1758, onde ainda não aparece mencionada, a capela mandada fazer em honra de Santa Sinforosa.

Foi uma luta muito grande, que o povo de Remondes travou, para poder reunir dinheiro, para a construção da Capela de Santa Sinforosa, que começou a ser construída e levou quase um século a terminar, como pode ser visto pelas datas uma que existe na entrada da sacristia que data de 1794 e outra na porta de entrada que data de 1758, e a constituição da confaria por volta de 1750.

Como se pode ver no documento, em que são tomadas as contas em 30 de Abril de 1791 ao mordomo velho, João Baptista, que entregou ao mordomo novo, Francisco Rodrigues Afonso, na presença do Reverendo Pároco e do juiz da santa Igreja. Seguem as contas ver documento…

Com esta forma se houverão, estas por boas e bem-feitas e fez este termo com o juiz e mordomo desta confraria.

O cura José António Moreira, o juiz João Baptista, o mordomo, João Martins.

Aos 6 de Abril de 1793 com todo o rendimento desta confraria, o mordomo velho Francisco Rodrigues Afonso, entregou ao novo, Francisco Gonçalves, o rendimento seguinte….08500 reis.

Mais um contributo para a nossa Santa Sinforosa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

seven + 2 =