A casa da Residência, e a sua história,e os seus ocupantes…

 

Era uma construção sólida, com portas e janelas de cantaria, que para a época era coisa difícil.

O terreno onde foi construída, assim como um quintal e outras casas dos criados eram pertença da família Fernandes de Linhares que as ofereceu, assim como a regada da Olga a curtinha da faceira, que era composta de curtinha e uma parte de lameiro, a horta do Salgueiro e as eiras que era tudo o que ia desde a fonte das bicas, passando pela escola, e as eiras.

Não existe data exacta da construção, tal como a conheci, porque hoje como mostra a foto esta em ruínas, e dificilmente será recuperada.

Pelo que tenho lido a construção actual deve remontar ao fim do século dezoito, e os primeiros párocos que a habitaram devem ter sido aqueles que não eram de Remondes.

Porque ao de Remondes, todos tinham a sua casa na aldeia.

O primeiro deve ter sido o Pároco Francisco Manuel Pinto que esteve nesta freguesia ate 1895, porque em 1896 era pároco, António Manuel Calejo de Mogadouro e depois em 1899, chegou o pároco de Remondes e que o foi por 60 anos Julio Augusto Afonso, natural de Caçarelhos

Aqui viveu e paroquiou esta aldeia e a de Soutelo ate que morreu em 1957?

Passou aqui momentos trágicos, aquando da implantação da republica, por terem sido nacionalizado os bens da Igreja ( tendo sido expulso da casa paroquial e nem podendo dizer missa, chegou a morar numa casa que era do senhor António Afonso ( Alfaiate)e em tempos mais conturbados chegou a dormir no Santo Antão e numa corte na paixão)e que mais tarde voltaram a ser entregues a esta, mas não todos as eiras passaram a ser da junta de freguesia onde ainda hoje se encontram injustamente.

Como curiosidade vou dar a lista dos párocos que exerceram o sacerdócio na nossa terra desde 1780, ate 1827, foi pároco o Padre, Manuel Gonçalves Nicolau, que morava na casa que foi so senhor Francisco Alves e hoje pertence ao senhor Claudino e sua mulher Carminda Alves.

O pároco António da Assunção Mastins sucedeu ao padre Nicolau em 1827 tendo exercido ate 1851,morou na casa da pracinha, embora com alguns interregnos em que foi pároco André da Cruz Quina, de 1836 a 1838 e morou este na casa dos Quinas, situada enfrente da que era do senhor Francisco Esteves (perpétuo)

Em 1851 tomou o comando da freguesia Francisco António Gonçalves que exerceu ate que se reformou tendo morrido no principio do século dezanove.

 

 

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

eleven − ten =