Passeio cultural ao rio Sabor.

A noite esteve muito fria

pela manhã, era bem visível a geada, mas o dia estava muito lindo, cheio de sol, houve ainda pela manhã a matança, e depois do almoço, peguei na carrinha e lá fui eu , o dia parecia de Primavera, pelo caminho nem uma alma, se isto ocorresse há 30 anos teria encontrado muita gente que se ocupava nos trabalhos do campo, agora dá pena nem uma alma.

Parei próximo de um lugar chamado de Poio, que é um sítio que anda ligado a povos muito antigos e la fui eu pesquisando, mas não encontrei nada pode apenas observar o buraco do Poio por mim descoberto e que não tenho duvidas que foi escavado pelo homem há muito tempo.

Como a vida mudou, quantas vezes eu tinha estado neste local, sem nunca ter percebido o que era aquilo, apenas um buraco onde diziam os coelhos se metiam quando perseguidos pelos cães.

Neste local havia duas corriças, sendo uma do pastar que guardava as cabras, e as recolhia ali durante os invernos frios e molhados e no começo da primavera era ali que íamos pegar o leite com que minha mãe fazia um excelente queijo.

Depois passei pelas chãs, são Bartolomeu, sempre admirando a linda e maravilhosa paisagem do rio Sabor, que lá ao fundo seguia seu curso sem se preocupar com o seu futuro que pode ser bem diferente, devido a barragem que estão construindo no Baixo Sabor, de aguas límpidas e com pouco peixe é sinal que durante o verão foi pescado exageradamente quer com redes ilegais, e o pior de todos com cargas de dinamite que destroem tudo.

É lindo ver o rio correndo com sua agua límpida, a chuva tem sido pouca, e poucos ribeiros, poucos chegam ao rio, o rio Azibo, esse sim corre um pouco mais, o suficiente para mover, os antigos moinhos, se eles ainda estivessem no activo, já foram aposentados há muito, mas ainda se podem ver suas ruinas.

O São Bartolomeu lá esta esperando seus devotos, encontrando-se muito só, deve dizer para si próprio, o mundo já não é o mesmo, outrora eram tantos e hoje são tão poucos.

Com a alma cheia de imagens, e o dia passado lá regressei, o passeio valeu apena, muito bom para o espirito e para a alma.

Desejo a todos umas boas festas, e espero voltem, Obrigado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

eighteen − six =