È Festa em Remondes

Desde há muito tempo que se realizam festas nesta terra

, o povo muito devoto e trabalhador, encontrava nelas uma maneira de quebrar o quotidiano, muito difícil, em que a vida era uma luta sem fim.

No século dezanove realizava-se aqui a festa de Nossa Senhora do Rosário, que perdurou até por volta de 1900, quando se começou a realizar a festa de São Marcos, que era realizada no mês de Outubro e muitas vezes devido ao inverno quase que nem se realizava, era conhecida tal como a de Paradela pela festa das chocas devido a frequência em que era molhada, sendo depois substituída pela festa em honra de Santa Sinforosa.

Ainda me lembro de uma tradição que remonta a muito longe era a devoção que os pastores e cabreiros tinham para a sua santa e no Domingo da festa, logo pela manhã traziam seus rebanhos, para que a santa da sua devoção pudesse escolher um animal que depois era vendido em haste pública e o dinheiro revertia a favor da santinha, era chamada a escolhida pela santa, aquela que se aproximava mais da capela ou que chegava a entrar dento dela.

Quantos pensarão como seria possível? Era isso meu amigo, o povo assistia com devoção a este espectáculo, os pastores apresentavam os rebanhos, que eram o fruto de seu trabalho e o seu orgulho, numa competição entre eles, porque o que apresentasse o melhor rebanho era falado por todos, e tornava-se num orgulho que hoje é proibido e que remonta a tempos passados quando os pastores apertados pelos lobos e pelas doenças ofereciam um richelo à sua santa em troca da sua ajuda. Hoje meu amigo, nada disto existe, apenas na memória de uns poucos que ainda se lembram de terem presenciado a devoção a Santa Sinforosa.

Hoje já não há quase pastores e o gado deixou de ser importante na vida da aldeia, ainda resistem alguns poucos para que no futuro os jovens de hoje possam dizer que ainda se lembram de haver pastores na nossa terra,

As festas de antigamente, eram usadas pelos zaragateiros que as usavam para ajustar contas, poucos anos passavam sem haver algo que contar fazia parte da festa.

Que a festa seja rija e que todos se divirtam em honra de Santa Sinforosa.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 × 5 =